Governo diz que não houve perda de financiamento no programa de apoio aos refugiados

Governo diz que não houve perda de financiamento no programa de apoio aos refugiados


O Governo esclareceu hoje que não houve qualquer perda de financiamento atribuído a Portugal no Programa Nacional do Fundo para o Asilo, Migração e Integração, continuando o montante a ser gerido pelo Estado português.



Um relatório de uma auditoria do tribunal de Contas (TdC) ao Programa Nacional do Fundo para o asilo, Migração e Integração (FAMI), a que a agência Lusa teve acesso, refere que a Comissão Europeia ameaçou retirar o financiamento ao programa por causa da baixa taxa de execução, uma perda de 16,7 milhões de euros para Portugal.

O documento revela que em julho de 2018 a taxa de execução era de "apenas 25%".

23/07/2019 06:05:46