Delegação da Ordem dos Advogados lamenta situação

Delegação da Ordem dos Advogados lamenta situação

O Presidente da Delegação de Guimarães da Ordem dos Advogados lamenta a falta de consumíveis na Instância Central do Tribunal de Guimarães.

Fernando Sousa comentava a entrega de uma pergunta na Assembleia da República pela deputada do PCP sobre o assunto.

Fernando Sousa sublinha que, a ser verdade, trata- -se de uma situação que "lamenta" por não contribuir para que se faça boa justiça a que os cidadãos têm direito.

"Naturalmente que é uma situação que se lamenta já que a haver uma ruptura de stock de materiais consumíveis, apesar de entendermos que não seja uma situação muito grave e que se poderá resolver brevemente, a verdade é que provocará sempre dificuldades nos serviços, nomeadamente atrasos nas notificações, provocará atrasos, no fundo, na Justiça e na resposta que os utentes esperam sempre da Justiça e que seja, como todos pretendem, o mais célere possível".

O Presidente da Delegação de Guimarães da Ordem dos Advogados diz que aquela entidade "já se apercebeu de constrangimentos" no funcionamento do Tribunal, sendo uma situação que "importa resolver como temos dado conta junto dos respectivos responsáveis".

Fernando Sousa acrescenta que "sempre que numa organização não existem condições para o seu normal funcionamento, isso reflecte-se na qualidade do seu serviço".

20/05/2019 06:46:06