Efemérides do dia – 25 novembro

Efemérides do dia – 25 novembro


Principais acontecimentos registados no dia 25 novembro.



Hoje é segunda-feira, dia 25 de novembro de 2019. Este é o tricentésimo vigésimo nono dia do ano.

Dia Internacional para a Eliminação da Violência Contra as Mulheres.

Faltam 36 dias para o termo de 2019.

Os nascidos neste dia pertencem ao signo Sagitário.

1510 – Afonso de Albuquerque conquista Goa.

1562 – Nasce, em Madrid, o dramaturgo Lope de Vega.

1845 – Nasce, na Póvoa de Varzim, o escritor e diplomata português José Maria Eça de Queiroz, autor de “Os Maias” e “A Ilustre Casa de Ramires”.

1875 – O Reino Unido adquire o controlo do Canal do Suez, através da compra de 176.602 ações ao Egito.

1920 – “Tomada da Bastilha”, em Coimbra, operação de assalto e ocupação do Clube dos Lentes, para ali ser instalada a futura Associação Académica.

1922 – Abre a pastelaria Versailles, em Lisboa.

1936 – É assinado o Pacto Anti-Comitern, entre a Alemanha de Hitler e o Japão.

1961 – Três militantes da República Dominicana, as irmãs Mirabal, são assassinadas por ordem do ditador Rafael Trujillo. Em 1999, a Assembleia Geral da ONU assinalou a data proclamando o Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

1974 – Morre, aos 65 anos, U-Thant, secretário-geral das Nações Unidas.

1975 – Um dispositivo militar, com base no Regimento de Comandos, opõe-se a uma tentativa de sublevação de unidades militares de extrema-esquerda. É decretado o estado de sítio em Lisboa.

– Independência do Suriname.

1977 – A Assembleia Geral das Nações Unidas condena Israel pela ocupação dos territórios árabes.

1978 – Israel devolve ao Egito o campo petrolífero de Alama, no Golfo do Suez.

1981 – Espetáculo de estreia dos Heróis do Mar no Rock Rendez Vous, em Lisboa.

1982 – Abre o primeiro Parlamento espanhol de maioria socialista.

1986 – Portugal é eleito para a comissão executiva do Comité Intergovernamental para as Migrações.

– O conselheiro de Segurança Nacional, John Pointdexter, e o seu assessor são detidos no âmbito do escândalo Irão-Contras.

– O Estatuto de Évora Património Mundial é oficialmente reconhecido pela UNESCO.

1989 – “Revolução de Veludo” na Checoslováquia. Mais de meio milhão de pessoas, lideradas por Alexander Dubcek, dirigente da Primavera de Praga, em 1968, e por Vaclav Havel, chefe do grupo Novo Fórum, exigem a abertura à democracia.

1990 – Lech Walesa vence a primeira volta das eleições presidenciais polacas.

1992 – Os estados membros da CEE emitem uma declaração exigindo a defesa dos direitos humanos em Timor-Leste.

– O Parlamento da Checoslováquia aprova a separação do país em duas repúblicas, a República Checa e a Eslováquia.

1993 – O pintor português Júlio Pomar recebe o Prémio Montaigne da Fundação FVS Hamburgo.

1996 – É inaugurada a sede do Conselho Mundial da Água, em Marselha, França.

1997 – O Tribunal Constitucional chumba a Lei das Regiões.

1998 – A Câmara dos Lordes considera “não válida” a imunidade diplomática do antigo ditador Augusto Pinochet, na resposta ao pedido de extradição da Audiência Nacional de Espanha, pela morte de cidadãos espanhóis durante o regime militar no Chile.

2001 – Morre, com 62 anos, João Tito de Morais, militante socialista e antigo administrador da agência portuguesa de notícias ANOP.

2002 – O Provedor da Casa Pia de Lisboa é demitido, após a revelação da prática continuada de abuso sexual de menores ao cuidado da instituição.

– Carlos Silvino, motorista da Casa Pia e principal arguido, é detido.

– Chega ao Iraque o primeiro grupo de inspetores de armamento da ONU, liderados por Hans Blix.

2003 – Os ministros das Finanças da zona euro chegam a um acordo sobre o Pacto de Estabilidade, exigindo o compromisso da França e da Alemanha para o controlo do défice, mas não o cumprimento das metas definidas.

2004 – Começa o julgamento do processo Casa Pia, no Tribunal da Boa Hora. O Relatório do Conselho Científico aconselha a passagem da instituição a Fundação.

– O Governo de Pedro Santana Lopes aprova a transferência dos fundos da CGD, Nav, Ana e INCM para a Caixa Geral de Pensões, para controlo do défice orçamental de 2004.

– O Supremo Tribunal da Ucrânia suspende a publicação dos resultados das presidenciais, perante a probabilidade de existência de fraude.

2005 – Relatório do Conselho da Europa, sobre os possíveis centros secretos de detenção dos EUA em Estados-membros da organização, identifica a existência de 31 voos relacionados com a CIA.

2006 – O antigo ditador chileno Augusto Pinochet assume a responsabilidade política por tudo o que fez durante o seu regime, entre 1973 e 1990.

2007 – O BCP e o BPI anunciam que se concluíram, sem sucesso, as negociações para a fusão das duas instituições. Os dois bancos perderam cerca de 900 milhões de euros em um mês de negociações.

– Um tremor de terra com uma magnitude de 6,2 na escala de Richter provoca o pânico na ilha indonésia de Sumatra, onde a população sofreu vários sismos mortíferos nos últimos anos. Um segundo sismo, de 6,7 graus na escala de Richter, voltou a atingir a Indonésia, designadamente a ilha de Sumbawa. Os dois sismos causaram pelo menos três mortos e 45 feridos.

2008 – Morre, com 51 anos, o poeta espanhol Ángel Campos Pámpano, galardoado com a edição 2008 do Prémio Eduardo Lourenço, atribuído pelo Centro de Estudos Ibéricos, “vítima de complicações pós-cirúrgicas”, no Hospital Universitário Infanta Cristina, em Badajoz

– Morre, aos 94 anos, o escritor William Gibson, que ficou conhecido pela obra “O milagre de Annie Sullivan. William Gibson, dramaturgo e romancista, escreveu 12 peças de teatro, sendo “The miracle worker”, em português “O milagre de Annie Sullivan”, a mais conhecida

2009 – É aprovado o plano de viabilização da empresa de semicondutores Qimonda, que adquire um novo nome, Nanium, tendo como principais acionistas o Estado e os bancos BES e BCP.

– Morre, com 60 anos, o futebolista brasileiro Ailton Ballesteros, antigo jogador do Boavista, FC Porto e Sporting na década de 70.

2012 – A Convergência e União, de Artur Mas, vence as eleições regionais antecipadas na Catalunha, Espanha, mas longe da maioria absoluta.

– Morre, aos 82 anos, Dave Sexton, antigo treinador do Chelsea e do Manchester United, e que liderou os “blues” à conquista da Taça das Taças em 1971.

2013 – O Tribunal Constitucional decide, por sete votos contra seis, incluindo o do presidente (contra), Joaquim de Sousa Ribeiro, não declarar a inconstitucionalidade das normas do aumento do horário de trabalho na Função Pública.

2014 – O ex-diretor nacional do SEF Manuel Jarmela Palos e a ex-secretária geral do Ministério da Justiça Maria Antónia Anes vão para casa em prisão domiciliária com pulseira eletrónica.

– O Orçamento do Estado para 2015 é aprovado, em votação final global, pela maioria PSD/CDS-PP, os votos contra de toda a oposição e dos quatro deputados do PSD eleitos pela Madeira.

– O argentino Lionel Messi torna-se o melhor marcador da história Liga dos Campeões de futebol com 74 golos, após ter marcado pelo FC Barcelona frente ao APOEL Nicosia.

2016 – O parlamento aprova alterações à proposta de Orçamento do Estado para 2017 que aumentam as deduções em sede de IRS com os gastos com o transporte e as refeições escolares, bem como com os passes sociais.

– Os deputados do PS, do BE e do PCP aprovam na especialidade a alteração à sobretaxa de IRS, que fará com que os contribuintes do segundo escalão não a paguem a partir de janeiro de 2017.

2018 – O incêndio mais mortífero da história da Califórnia (EUA), designado “Camp Fire”, é dado como controlado, depois de ter devastado o norte deste estado durante mais de duas semanas e de ter feito pelo menos 88 mortos.

13/12/2019 12:30:21