Ponta Delgada | Privação de Liberdade

A Ordem dos Advogados congratulou-se ontem com a decisão do Tribunal de Ponta Delgada, que aceitou um pedido de libertação imediata feito por um queixoso, contra a imposição de quarentena em hotéis por parte do Governo açoriano. Os não residentes são ainda obrigados a pagar a conta, sublinha o bastonário, Luís Menezes Leitão.

 

31/05/2020 21:03:10