APAV considera que estatuto de vítimas deve ser revisto, em especial para crianças

APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima - faz 30 anos de vida, o presidente diz que há legislação suficiente, em especial a nível europeu, mas é preciso que a lei seja aplicada de forma clara.

João Lázaro considera por outro lado que o estatuto das vítimas deve ser revisto e ter em conta o tipo de crime, em especial para crianças que podem ser vítimas ou testemunhas desse crime, mas têm sempre de ser reconhecidas como tal.

 

 

O tema vai ser discutido no Parlamento após ter sido apresentada uma petição pública com mais de 26 mil assinaturas.

Pode ouvir aqui

APAV

30/09/2020 17:17:44