A ferro e fogo

Os Estados Unidos estão a ferro e fogo, devido ao brutal assassínio de George Floyd por um polícia, que esteve 7 minutos ajoelhado em cima do pescoço dele, ignorando os seus avisos de que não conseguia respirar. Tratou-se de um crime bárbaro, sendo igualmente chocante que numa primeira versão a autópsia afirmasse que não havias provas de morte por asfixia, sendo necessária segunda autópsia para ser confirmado o óbvio. A imagem que passou para a sociedade americana foi por isso a de que os serviços oficiais tentaram

NUM ESTADO DE DIREITO NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI

Disfarçar a responsabilidade criminal dos polícias envolvidos, o que levou a motins em várias cidades. A situação é semelhante ao caso Rodney King em 1992, brutalmente espancado por 4 polícias por ser detido por excesso de velocidade, tendo os mesmos sido absolvidos por um júri, o que provocou igualmente imensos motins. A situação só acalmou quando esses polícias foram objeto de um processo federal por violação dos direitos civis, que determinou a condenação de dois deles. Tal demonstra que a justiça nunca pode recuar perante os crimes praticados por autoridades, devendo estes ser sempre severamente punidos. Num Estado de Direito ninguém está acima da lei

Luís Menezes Leitão, Bastonário da Ordem dos Advogados

28/10/2020 23:38:36