Mulheres com perto de 40 anos excluídas das listas de espera para tratamentos de fertilidade

A denúncia é feita pelo Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida. O Ministério da Saúde tinha prometido encontrar um solução para quem viu este tratamento interrompido pela covid-19 mas até agora nada foi feito. Várias mulheres que procuram engravidar estão a receber a notícia de que os tratamentos chegaram ao fim.

A pandemia interrompeu os tratamentos de fertilidade e o Ministério da Saúde não apresenta qualquer solução para quem deseja ser mãe com a ajuda da procriação medicamente assistida.
Ver aqui

05/03/2021 03:42:29