Comissária Ylva Johansson em Lisboa para lançar relatório sobre crime organizado

A comissária europeia dos Assuntos Internos, Ylva Johansson, vai estar em Lisboa esta segunda-feira para lançar o Relatório de Avaliação da Ameaça do Crime Grave e Organizado na UE (SOCTA).

“Aguardo com expectativa a oportunidade de participar na apresentação do relatório deste ano na sede da Polícia Judiciária Portuguesa em Lisboa”, referiu Ylva Johansson, citada num comunicado da Comissão Europeia.

Com início previsto para as 10h00, o evento contará também com a participação da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, e da diretora executiva da Europol, Catherine De Bolle.

Publicado pela Europol, o serviço de polícia europeia, a cada quatro anos desde 2013, “o SOCTA é um relatório estratégico que fornece uma avaliação completa e exaustiva das ameaças de crime graves e organizadas, regionais e pan-europeias, com impacto na União Europeia”, lê-se na mesma nota.

Através desta análise detalhada, a Europol atualiza “a comunidade policial europeia, os decisores e o público em geral sobre os desenvolvimentos na criminalidade grave e organizada e sobre as ameaças que esta representa”, permitindo assim identificar as “áreas em que a resposta operacional se deve concentrar”.

“A criminalidade organizada constitui uma verdadeira ameaça transnacional para as nossas sociedades. É por isso que o relatório SOCTA da Europol é uma avaliação prospetiva tão importante que identifica mudanças no panorama da criminalidade grave e organizada na UE”, sublinhou a comissária.

Ylva Johansson acrescentou ainda que irá aproveitar a visita a Lisboa para conhecer o Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, “a autoridade que fornece aos Estados-Membros os dados factuais necessários sobre os problemas relacionados com a droga, como base para legislação e estratégias”.

Do programa desta visita da comissária a Lisboa consta ainda uma visita ao Centro de Análise e Operações Marítimas — Narcóticos, no qual a comissária diz querer “conhecer a cooperação prática na luta contra o tráfico de droga por via marítima e aérea”. “Será um dia importante em Lisboa”, vincou.

A apresentação da edição de 2021 do SOCTA antecede o debate previsto para 14 de abril no Colégio de Comissários da Estratégia da UE de luta contra o tráfico de seres humanos e da Estratégia da UE para combater a criminalidade organizada 2021-2025.

18/06/2021 04:07:51