Odemira. Casa Civil esclarece que proibição de entrada de advogado no espaço do cliente é ilegal

Em causa um advogado impedido de entrar no Zmar pela GNR.

A Presidência da República disse ao Governo que a proibição de entrada de um advogado no espaço do cliente vai contra a lei. Marcelo Rebelo de Sousa dispôs-se a ajudar o bastonário da Ordem dos Advogados a cerca de mês e meio de uma viagem que vai fazer ao Alentejo, nomeadamente a Odemira.

O Presidente da República vai continuar a receber das assessorias, em Belém, relatórios detalhados sobre a situação laboral e epidemiológica dos imigrantes sazonais. Segundo o Expresso, logo que receba os dados recolhidos, Marcelo Rebelo de Sousa confrontará o primeiro-ministro com a informação, mas não se fica por aí.

Na segunda metade de junho, haverá uma viagem do Presidente ao Alentejo, com paragem em Odemira. O objetivo será apreciar o que aconteceu em mês e meio, isto depois de o Presidente ter tido intervenção na tensão atual, no Zmar.

 

ADVOGADO IMPEDIDO DE ENTRAR NO ZMAR PELA GNR

 

Quando ia a caminho do parque de campismo, o advogado dos proprietários soube que iria ser impedido de entrar pela GNR. Pediu ajuda ao bastonário da Ordem, que telefonou a Marcelo Rebelo de Sousa. O Presidente deu ordens à Casa Civil para ajudar a desbloquear o confronto crescente entre Governo e proprietários.

O chefe da Casa Civil explicou ao ministro Eduardo Cabrita que não poderia ser impedido o acesso de um advogado, pela GNR, ao recinto do Zmar. Espaço a que, na quinta feira, o Governo decidiu aplicar uma requisição civil, abrangendo todos os imóveis e os direitos a eles inerentes, bem como a prestação de serviços necessários ao seu funcionamento.

Notícia

18/06/2021 03:30:24