Escassez de energia pode levar a recessão na Europa e aumentar inflação, alerta OCDE

A OCDE calcula que uma escassez de energia mais grave poderia aumentar a inflação em mais de 1,5 pp. e atirar muitos países para uma recessão de um ano inteiro em 2023.

OCDE mais pessimista para 2023 vê economia da zona euro crescer 0,3% e inflação de 6,2%

OCDE mantém crescimento global deste ano de 3% mas corta o de 2023 para 2,2%

Nas previsões económicas intercalares, divulgadas esta segunda-feira, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) alerta para o impacto da Guerra na Ucrânia no mercado da energia e nas pressões inflacionistas, nomeadamente através das sanções impostas à Rússia.

A organização recorda que os preços do gás e eletricidade já estão elevados, mas adverte que podem aumentar ainda mais no caso de haver escassez na Europa, assinalando que tal pode ocorrer se fornecimentos alternativos não se concretizarem na medida do esperado ou se a procura por gás for excecionalmente alta devido a um inverno frio.

A OCDE calcula que, no caso de uma escassez de energia mais grave, especialmente de gás, poderia reduzir o crescimento na Europa em mais 1,2 pontos percentuais (pp.) em 2023 e aumentar a inflação em mais de 1,5 pp..

Subscreva a nossa newsletter e tenha as notícias no seu e-mail todos os dias
A OCDE melhorou as perspetivas de crescimento da zona euro deste ano para 3,1%, mas piorou as do próximo ano em 1,3 pp. para 0,3%, estimando ainda uma inflação de 8,1% este ano e de 6,2% no próximo.

06/02/2023 19:33:45