Justiça a Coimbra

Soubemos esta semana que o Ministério da Justiça prevê, no seu Plano Plurianual de Investimentos, investir 17 milhões de euros na Comarca de Coimbra. Estão a chover milhões de euros na justiça e finalmente alguns têm Coimbra como destino!

O investimento é feito em 4 anos, iniciando-se em 2024 com o valor aproximado de 400 mil euros.

A prioridade será, ou deverá ser, a  construção do Campus de Justiça de Coimbra que, como sabemos, é uma exigência dos profissionais Iigados à Justiça de há já várias décadas.

O desinvestimento dos nossos sucessivos governos na Justiça é flagrante, portanto é digno de nota verificar que a Cidade de Coimbra, desta feita, fez ouvir a sua voz e garantiu aquilo que há muito era imperioso que acontecesse.

A ligação da cidade de Coimbra ao Direito tem quase 200 anos, ainda bem que não vai ser preciso esperar tanto tempo para ver nascer na cidade um polo de aplicação da Justiça digno desse nome.

Mas não se deixem iludir pelos milhões que chovem, porque há muito em que investir.

É urgente rever, por exemplo, a tabela de honorários dos/as Advogados/as inscritos no sistema de acesso ao direito que em 2024 fará 20 anos, como é urgente dignificar a profissão dos funcionários judiciais... A Justiça não se faz apenas de edificado, faz-se sobretudo de pessoas!

Lara Roque Figueiredo, Vice Presidente da Ordem dos Advogados

13/07/2024 20:59:47