Ordem dos Advogados. Mais de 10 mil queixas desde 2018 - Renascença

Entre 2018 a 2022, a Ordem dos Advogados (OA) recebeu pelo menos 10.419 queixas referentes a profissionais associados, de acordo com documentos a que a Renascença teve acesso. Mas o número real poderá ser ainda ser maior.

Ao nível nacional, a AO está dividida por sete Conselhos Deontológicos (CD) – entidades responsáveis por avaliar queixas, julgar processos e aplicar penas.

Os cálculos da Renascença não contam com o registo de três CD – Coimbra, Faro e Açores.

O número de queixas à OA tem oscilado pouco nos últimos cinco anos. Se em 2018, foram contabilizadas 2.092 queixas, no ano passado existiram 2.240.

O ano com menor registo foi 2020 – ou seja, em pandemia -, mas que, ainda assim, foi até às 1.913 queixas.

03/03/2024 11:54:14