Braga: Morreu o advogado José Sampaio, figura da oposição ao Estado Novo

Morreu José Sampaio, advogado de Braga e figura da oposição ao Estado Novo. Tinha 94 anos.

Presidente da Comissão de Homenagem aos Democratas de Braga, estava prevista uma homenagem ao jurista no dia 29 de abril, no âmbito das celebrações dos 50 anos do 25 de Abril, mas tinha sido adiada devido ao agravamento do seu estado de saúde.

O corpo de José Sampaio estará em câmara ardente na capela do cemitério de Monte de Arcos, em Braga, a partir das 09:00 desta quinta-feira. As cerimónias fúnebres realizam-se a partir das 16:00, indo a sepultar em jazigo da família.

José Sampaio nasceu a 10 de junho de 1929, em São João do Souto, Braga. Advogado por vocação, licenciou-se em Direito pela Universidade de Coimbra. Aos 16 anos conheceu Francisco Salgado Zenha e daí nasceu o seu interesse pela política. Quando estava na Universidade de Coimbra a estudar Direito criou, com mais 12 colegas, a Real República dos Paxás.

Opositor da ditadura, lutava contra o regime. Desde sempre se identificou como politicamente de Esquerda, mas nunca se quis associar a nenhum partido até à criação da Comissão Democrática Eleitoral, mais tarde designado Movimento Democrático Português / Comissão Democrática Eleitoral (MDP/CDE), partido fundado em 1969.

Antes do 25 de abril de 1974, José Sampaio foi presidente da Delegação da Ordem dos Advogados de Braga, entre 1972 e 1974. Foi o primeiro governador civil de Braga depois do 25 de Abril, cargo que manteve até 18 de outubro de 1975.

 

Link

30/05/2024 18:10:54