PGR ataca intervenções “tóxicas” sobre a justiça

Lucília Gago discursou na tomada de posse do novo diretor do DIAP Regional de Coimbra, Jorge Leitão.

A procuradora-geral da República, Lucília Gago, criticou a “positividade tóxica” de “certas intervenções públicas sobre a Justiça”, alegando que remetem para “cenários idílicos alternativos”, quando “a verdade nua e crua é bem distinta e descoroçoante”.

“Em assinalável número de casos, as instalações, o mobiliário, os equipamentos, o número de magistrados do Ministério Público e dos funcionários são insuficientes ou inadequados às exigências”, explicou Lucília Gago, na tomada de posse do novo diretor do DIAP Regional de Coimbra, Jorge Leitão, que deixa a direção da Polícia Judiciária do Coimbra.

Também aludiu à “bipolaridade discursiva”, que ora “arrasa a direção dos inquéritos criminais”, ora “lança mão de impressivas considerações”, numa “sacralização do espaço reservado à Justiça”. 

21/06/2024 04:35:20