Portugal “não é um país de corruptos”

A Bastonária da Ordem dos Advogados defendeu que Portugal “não é um país de corruptos”

A Bastonária da Ordem dos Advogados defendeu que Portugal “não é um país de corruptos” e que não é preciso “inventar a roda” no combate à corrupção, quando o Governo prepara um novo pacote de medidas nesta área. Em declarações aos jornalistas à margem da conferência “Prevenção da Corrupção em Portugal: Análise e perspetivas”, organizada pela Ordem dos Advogados e pelo Mecanismo Nacional Anticorrupção, Fernanda de Almeida Pinheiro considerou que o discurso dos partidos políticos contra a corrupção “cai sempre muito bem” face à perceção dos cidadãos relativamente a uma suposta elevada prevalência deste crime no país. Admitindo que existem, “naturalmente, problemas de corrupção” em Portugal, Fernanda de Almeida Pinheiro realçou que muitos estão relacionados com “a falta de educação da população para estas matérias”.

30/05/2024 18:12:28