Ebru Timtik | Um minuto de silêncio em homenagem

Ebru Timtik | Um minuto de silêncio em homenagem

Em virtude da morte da Colega Ebru Timtik detida na Turquia e da hospitalização do Colega Nasrin Sotoudeh no Irão, que se encontra em condição crítica, o FBE (Fédération des Barreaux d'Europe) propõe a todas as Ordens de Advogados da Europa a organizar e realizar um minuto de silêncio em homenagem, no dia 7 de Setembro, às 12h.

 

A Ordem dos Advogados Portugueses associa-se à iniciativa e incentiva todos os Colegas portugueses a fazer um minuto de silêncio homenageando assim a Colega Turca.

Convidamos também todos os Colegas que decidam juntar-se à homenagem a partilhar esses momentos com a OA através do envio de fotografias ou vídeos para dept.editorial@cg.oa.pt.  

Esta acção evidenciará a solidariedade da nossa Ordem e de todas as Ordens Europeias a favor da defesa da liberdade e independência dos Advogados.

 

Ebru Timtik era uma Advogada turca e tinha 42 anos.

Morreu após 238 dias de greve de fome, com o silêncio cúmplice dos governos, tanto na Europa, como no resto do Mundo.

Em Março de 2019 foi condenada, sem ter recebido um julgamento justo, a mais de 13 anos de prisão, por alegadamente pertencer a um grupo terrorista, quando na realidade apenas defendia os seus clientes.

A Colega Ebru Timtik morreu porque exigia justiça e estava convencida que era ouvida e apoiada pelos países democráticos.

As Ordens e os Advogados estão de luto. A sua morte não pode ser em vão e deve servir para acordar as consciências de todos para a difícil e perigosa situação de Nasrin Sotoudeh que se encontra em estado crítico, após 20 dias de greve de fome.

As Ordens e Advogados continuarão a lutar para garantir que se cumpram em todo o mundo os direitos fundamentais, como o direito a uma defesa livre e independente, e exigirão a libertação de Colegas condenados e encarcerados injustamente, simplesmente por terem cumprido o seu dever, como é o caso de Aytaç Ünsal (que iniciou greve de fome um mês após Ebru Timtik) e Nasrin Sotoudeh.

Não podemos manter-nos em silêncio. Estar em silêncio é ser cúmplice.

Galeria

20/06/2024 04:33:42