“Prémio Angelo d’Almeida Ribeiro" 2019 | 9 Dez

“Prémio Angelo d’Almeida Ribeiro" 2019 | 9 Dez

O Conselho Geral da Ordem dos Advogados deliberou, sob proposta da Comissão dos Direitos Humanos, Questões Sociais e do Ambiente, atribuir o “Prémio Angelo d’Almeida Ribeiro” 2019, ao activista pela defesa dos direitos dos refugiados, Miguel Castilho Soares Duarte.

 

A entrega do prémio realizar-se-á no próximo dia 9 de Dezembro, no Salão Nobre da OA, pelas 18h, durante a Sessão Comemorativa do 71º Aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos, que será presidida pelo Bastonário Guilherme Figueiredo.

 

 

Mais sobre o premiado

Miguel Duarte é um cidadão português, de 26 anos, doutorando em Matemática no Instituto Superior Técnico e fez parte da equipa de voluntários da ONG alemã Jugend Rettet, tendo integrado a tripulação do navio “Iuventa”, que mediou o salvamento e resgate de 14 mil cidadão que tentaram atravessar o Mediterrâneo, em barcos de borracha ou de madeira absolutamente sobrelotados, a partir do Norte de África, numa tentativa desesperada de fuga às sistemáticas violações de direitos humanos de que são vítimas nos seus países de origem. Integrou a primeira missão de resgate civil no Mediterrâneo Central, em 2016, aos 24 anos, após ter terminado o mestrado em Física Teórica. Nesta missão foram salvos cerca de 1000 cidadãos.

 

Começou como tradutor e depois assumiu funções como primeiro ponto de contacto entre a tripulação e os migrantes, dando-lhes indicações e distribuindo coletes salva vidas. Ao todo, participou em 4 missões de resgate, com a duração de 3 semanas. Entre as missões de resgate, esteve e teve intervenção como voluntário em campos de refugiados na Grécia e na Turquia.

 

O seu comportamento é merecedor do mais alto louvor, por valorizar e defender a vida humana e, ainda, por combater a globalização da indiferença, bem como por manifestar, com os seus atos, compaixão e ternura pela condição do ser humano que, afinal, somos todos nós.

13/12/2019 13:42:37