Eleições 2020 - 2022 | Propostas de candidatura aos órgãos da OA

Eleições 2020 - 2022 | Propostas de candidatura aos órgãos da OA

Eleições para o Triénio 2020-2022

Nos termos do disposto no n.º 1, do artigo 12.º do Estatuto da Ordem dos Advogados, aprovado pela Lei n.º 145/2015, de 9 de Setembro, e do n.º 1, do artigo 6.º do Regulamento Eleitoral – Regulamento n.º 624/2019, publicado no Diário da República, 2.ª série, n.º 151, de 8 de Agosto de 2019, foram apresentadas perante a Comissão Eleitoral tendo dado entrada nos serviços do Conselho Geral, até ao dia 30 de Setembro de 2019, as seguintes propostas de candidatura aos diversos órgãos da Ordem dos Advogados:

 

 

Bastonário e Conselho Geral 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. A. Jaime Martins;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Ana Luísa Lourenço;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Guilherme Figueiredo;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Isabel da Silva Mendes;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Luís Menezes Leitão;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Varela de Matos.

 

Conselho Superior

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Gonçalo Gama Lobo;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Paula Lourenço;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Paulo Graça.

 

 

Conselho Fiscal 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. João Espanha;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Jorge Bacelar Gouveia;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Miguel Cardoso Matias.

 

Conselho Regional de Lisboa 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. João Massano;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Luís Silva.

 

 

Conselho de Deontologia de Lisboa

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Alexandra Bordalo Gonçalves;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Ivone Cordeiro;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Paulo da Silva Almeida.

 

 

Conselho Regional do Porto

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Ana Sofia de Sá Pereira;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. João Silva Carapeto;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Paulo Pimenta.

 

 

Conselho de Deontologia do Porto

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Orlando Carvalho Leite;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Paula Alexandra Ferreira.

 

 

Conselho Regional de Coimbra

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. António Sá Gonçalves;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. José Trincão Marques.

 

 

Conselho de Deontologia de Coimbra 

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Lígia Carneiro.

 

 

Conselho Regional de Évora

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Tiago Falcão e Silva.

 

 

Conselho de Deontologia de Évora 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. António Espada;
  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. José Manuel Garcia.

 

 

Conselho Regional de Faro

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Carla Silva e Cunha;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Cristina Seruca Salgado;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Rita Branco.

 

 

Conselho de Deontologia de Faro

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Anatília Mascarenhas;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Maria Cristina Lopes de Brito.

 

 

Conselho Regional dos Açores

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Nuno Goulart Almeida;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Rosa Ponte.

 

 

Conselho de Deontologia dos Açores 

  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Emília Medeiros Teves.

 

Conselho Regional da Madeira 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Alexandre Carvalho da Silva;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Mariana Pinto da Cruz;
  • Proposta de candidatura apresentada pela Dra. Paula Margarido.

 

 

Conselho de Deontologia da Madeira 

  • Proposta de candidatura apresentada pelo Dr. Ricardo Pereira.

 

Nos termos do disposto no n.º 1, do artigo 9.º do Regulamento Eleitoral, a Comissão Eleitoral, verificará, dentro dos oito dias subsequentes, a regularidade do processo, a autenticidade dos documentos que o integram e a elegibilidade dos candidatos.

 

 

 

 

 

21/10/2019 01:10:47